Consultório (19) 3231-1954 / 3231-2886 / 3234-9915 contato@marianazorron.com.br

DIABETES E COVID-19

Até o momento não há evidências que levem a crer que crianças/adolescentes com DM1 bem controlado sejam mais acometidas pelo COVID-19.

A princípio, pacientes com DM1 não apresentam um padrão de doença diferente daquela manifesta em indivíduos que não possuem diabetes.

Em geral, crianças exibem manifestações mais leves da doença (COVID-19). Contudo, sabe-se que qualquer enfermidade que se associe ao diabetes pode dificultar seu controle, aumentando o risco de cetoacidose diabética. Dessa forma, é imprescindível a manutenção dos cuidados com o diabetes (monitorização da glicemia e controle glicêmico).

Lembramos que as recomendações para o COVID-19, na maioria dos países, incluem pessoas com diabetes como população em risco.

Os cuidados para controle e prevenção do COVID-19 são os mesmos da população geral:

  • Higienização frequente das mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos ou álcool gel 70%
  • Distanciamento social (mínimo de 1 metro)
  • Não compartilhamento de objetos de uso pessoal
  • Caso apresente tosse ou espirro, NÃO utilizar as mãos, mas sim cotovelos, antebraços ou de preferência lenços de papel descartáveis
  • Evite tocar no rosto
  • Higienização das superfícies com maior frequência com uso preferencial de álcool líquido 70% ou solução com água sanitária (uma parte de água sanitária para 9 partes de água)
  • Procure o serviço de saúde caso apresente falta de ar ou dificuldade para respirar
  • Caso apresente sintomas gripais sem falta de ar ou dificuldade para respirar mantenha isolamento social por 14 dias e monitore mais frequentemente seu diabetes
  • Não suspenda as medicações de uso contínuo, incluindo a insulina
  • Hidrata-se
  • Em caso de febre use antitérmicos (evite uso de ibuprofeno)
  • Caso precise sair de casa: retire os sapatos e deixe-os do lado de fora da casa, tire imediatamente as roupas utilizadas na rua e coloque-as em uma bacia com água e sabão e lave-as separadamente, e realize a higienize imediata das mãos

Para pacientes diabéticos, além das orientações acima, fique atento:

  • Caso apresente hálito frutado, queda do estado geral e/ou confusão mental procure atendimento médico
  • Se possível tenha fitas de cetonas em casa para monitoramento
  • Monitore mais frequentemente sua glicemia (se necessário entre em contato com seu médico para ajuste nas doses de insulina) e realize correções se necessário (tente manter sua glicemia dentro do alvo estipulado pelo seu médico)
  • Mantenha a prática de atividade física diária, mesmo em casa
  • A administração da vacina contra gripe está recomendada

Importante salientarmos que as receitas e laudos (LME) tiveram sua validade aumentada por mais 90 dias durante a pandemia.

A telemedicina pode ser útil em algumas situações, uma vez que minimiza a exposição desses pacientes.

Este material tem objetivo puramente informativo e não isenta a necessidade de consulta a profissional capacitado e habilitado.

Referências Bibliográficas:

1. Como cuidar de pacientes com diabetes mellitus tipo 1 em tempos de coronavírus. Disponível em https://www.pediatraorienta.org.br/como-cuidar-de-pacientes-com-diabetes-mellitus-tipo-1-em-tempos-de-coronavirus. Acesso em: 08 de abril de 2020.

2. Summary of recommendations regarding COVID-19 in children with diabetes. Disponível em https://www.ispad.org/page/CoronavirusinfectionCOVID-19. Acesso em: 08 de abril de 2020.

3. Notas de esclarecimentos da Sociedade Brasileira de Diabetes sobre o coronavírus (COVID-19). Disponível em https://www.diabetes.org.br/publico/notas-de-esclarecimentos-da-sociedade-brasileira-de-diabetes-sobre-o-coronavirus-covid-19/2061-parceria-jdrf-sbd-t1d-and-coronavirus-what-you-need-to-know-diabetes-tipo-1-e-coronavirus-o-que-voce-precisa-saber. Acesso em: 08 de abril de 2020.

4. Saúde anuncia orientações para evitar a disseminação do coronavírus. Disponível em https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46540-saude-anuncia-orientacoes-para-evitar-a-disseminacao-do-coronavirus. Acesso em: 08 de abril de 2020.