Consultório (19) 3231-1954 / 3231-2886 / 3234-9915 contato@marianazorron.com.br

O DIABETES E A FIBROSE CÍSTICA

Você sabia que o Diabetes Relacionado à Fibrose Cística (DRFC) não é um diabetes tipo 1, nem um diabetes tipo 2?

A Fibrose Cística (FC) é uma doença genética, que se caracteriza pelo suor salgado. Atualmente é triada pelo “teste do pezinho” através da dosagem da tripsina imunorreativa (IRT).

Nesta doença ocorre a produção de um muco viscoso que obstrui os ductos e canalículos pancreáticos, levando a uma fibrose progressiva com consequente destruição do pâncreas e déficit de insulina.

Além da deficiência de insulina, também se observa uma resistência insulínica, que é agravada pelas infecções recorrentes e pelo uso frequente de corticosteroides.

Portanto, o DRFC apresenta características de ambos os tipos, 1 e 2, o que justifica sua classificação pela Academia Americana de Diabetes (ADA) em separado, como “outros tipos de diabetes”.

Como no diabetes tipo 1, os indivíduos não são obesos e muitas vezes ocorre em pessoas mais jovens. Contudo, as características da síndrome metabólica (dislipidemia, hipertensão arterial, adiposidade visceral) não estão normalmente presentes.

Como em pacientes com diabetes tipo 2, esta não é uma doença autoimune, a resistência insulínica está presente (embora geralmente leve) e a ocorrência de cetoacidose é rara.

O tratamento clínico é semelhante ao do diabetes tipo 1 (insulina) em fase de lua de mel.

Young boy measuring blood sugar O DRFC é a comorbidade mais comum na Fibrose Cística, encontrando-se presente em cerca de 20% dos adolescentes e 40-50% de adultos. Sua triagem é realizada pelo teste de tolerância oral à glicose anualmente em todos os pacientes com diagnóstico de FC a partir dos 10 anos ou antes se o médico achar necessário.

Sabe-se que o DRFC leva a um aumento do consumo proteico, perda de peso e piora da função pulmonar, o que justifica seu diagnóstico e tratamento precoces.

Este material tem objetivo puramente informativo e não isenta a necessidade de consulta a profissional capacitado e habilitado.

Referências Bibliográficas:

1. Riordan JR, Rommens JM, Kerem B-S et al. Identification of the cystic fibrosis gene: cloning & characterisation of complementary DNA. Science 1989; 245:1066-73.

2. Ribeiro JD, Ribeiro MAGO, Ribeiro AF. Controvérsias na fibrose cística – do pediatra ao especialista. J Pediatr 2002, 78 (2): S171-S86.

3. Noronha Renata Maria de, Calliari Luís Eduardo Procópio, Damaceno Neiva, Muramatu Lucia Harumi, Monte Osmar. Update on diagnosis and monitoring of cystic fibrosis-related diabetes mellitus (CFRD). Arq Bras Endocrinol Metab [serial on the Internet]. 2011 Nov [cited 2014 June 02] ; 55( 8 ): 613-621. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302011000800016&lng=en. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302011000800016.