Consultório (19) 3231-1954 / 3231-2886 / 3234-9915 contato@marianazorron.com.br
img_mz_leitura

Por quê ler para seu filho(a)?

Você sabia que a Sociedade Brasileira de Pediatria e a Academia Americana de Pediatria recomendam a leitura para as crianças desde a fase intra-útero, pois nesse período há a formação de conexões cerebrais que se estende até os 5 anos de idade.

A arquitetura do cérebro é construída através de experiências vivenciadas, sendo a leitura um bom método para o desenvolvimento de habilidades como pensar, falar, aprender e conviver.

Além de auxiliar na aquisição da linguagem, amplia o vocabulário e o vínculo afetivo; a criança associa o hábito da leitura a uma atividade prazerosa.

O uso de livros não é obrigatório. O ato de contar histórias já propicia uma conexão entre cuidador e criança, uma vez que a entonação utilizada, a troca de olhares e o contato afetivo são extremamente importantes, mesmo que a criança ainda seja pequena e não compreenda o exato significado das palavras, ela capta as expressões faciais, os gestos e o tom de voz.

É importante oferecer formas variadas de linguagem, como cantigas, trava-línguas, lendas, rimas, poesias, jogos e brincadeiras.

O momento da contação de histórias precisa ser prazeroso para pais e filhos, pois o foco é expressar afetividade e não iniciar um processo precoce de alfabetização ou atividade pedagógica.

A leitura deve fazer parte da rotina para poder se tornar um hábito. É preferível ler textos curtos todos os dias a ler livros longos em um único dia e retomar a leitura semanas após.

É interessante apresentar livros com diferentes texturas que permitam o seu manuseio, o que auxiliará no desenvolvimento motor. Mostre as ilustrações para que a criança possa associar as palavras aos objetos.

Tanto o pai quanto a mãe devem ler para a criança!

A criança pode escolher o livro, porém o responsável deve verificar se o seu conteúdo é adequado.

É importante ajustar a leitura ao grau de desenvolvimento da criança, caso contrário, corre-se o risco de enfatizar o fracasso, tornando a leitura um momento desagradável.

Os benefícios da leitura na primeira infância incluem:

  • Fortalecimento do vínculo;
  • Desenvolvimento da empatia;
  • Fortalecimento da linguagem oral;
  • Estímulo à curiosidade e à imaginação;
  • Desenvolvimento da atenção, concentração, vocabulário, memória e raciocínio;
  • Desenvolvimento do hábito de ouvir e ler;
  • Auxilia no manejo de sentimentos e emoções;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Fortalece a linguagem oral.
As crianças com deficiências são as mais beneficiadas pela leitura! Não deixe de ler para uma criança só pelo fato dela possuir alguma deficiência.

Existem, no Brasil, 6.102 bibliotecas públicas, sendo que várias delas possuem espaços/programas direcionados para bebês e crianças pequenas. Para saber os endereços, acesse: http://snbp.culturadigital.br/informacao/dados-das-bibliotecas-publicas.

Referências Bibliográficas:

Receite um livro. Fortalecendo o desenvolvimento e o vínculo. A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos. Material fornecido pela Sociedade Brasileira de Pediatria.